Globo sofre forte desfalque de clientes do Premiere; Prejuízo bate nos R$ 40 milhões

há 9 dias

Desde o dia 16 de março, o futebol está interrompido no Brasil. Todos os campeonatos pararam e, como consequência, a audiência na TV praticamente terminou. Diversos canais estão se reinventando, fazendo lives, mas o sistema de pay-per-view simplesmente parou. A Globo foi extremamente afetada.

 

Mantenedora do Premiere, sistema de PPV, a Rede Globo viu a saída de 300 mil assinantes. Em média, é pago entre R$ 80 e R$ 114 por mês. Com a debandada, a emissora carioca perdeu mais de R$ 40 milhões de receita recorrente.

Antes da pandemia, cerca de 1,8 milhão de pessoas eram assinantes. Apesar da queda brutal, o Grupo Globo entende que a redução era esperada.

 

Para o UOL, representantes da empresa encaminharam nota para explicar.

“A Globo está atenta a todos os impactos da pandemia de coronavírus no mundo do futebol. O número de assinantes do Premiere é apenas um deles. Após a volta do futebol, é esperada uma retomada importante do Premiere, considerando que o torcedor já ficou um período sem jogos durante a pandemia”, enviou.

Globo espera volta do futebol

A volta do futebol ainda é um enorme ponto de interrogação. Só ontem, o Brasil perdeu 1.118 pessoas em decorrência do novo coronavírus. A doença demonstra crescimento elevado e a discussão sobre a volta do esporte ainda é bastante superficial.

Ao todo, mais de 20 mil pessoas morreram no país. Ainda não existe vacina e nem tratamento efetivo.